5 Arquiteturas para conhecer em Curitiba

A capital paranaense encanta todos que a visitam ou passam por lá, seja pela sua organização, beleza ou receptividade da população. Obras de grandes arquitetos estão entre os principais pontos turísticos da cidade e são também os cartões postais mais famosos e conhecidos em todo país. Neste post vamos apresentar algumas destas obras como o Museu Oscar Niemeyer, também conhecido como Museu do Olho, o Teatro Guaíra, a Ópera de Arame, o Jardim Botânico e a Assembleia Legislativa do Estado.

Museu Oscar Niemeyer (MON)

Concebido pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o Museu que leva o seu nome é constituído por um prédio principal, em que era abrigada a Sede da Secretaria do Estado, e em 2002 quando foi concluída a obra de ampliação, recebeu uma edificação em anexo que é popularmente chamada de “Olho”. A nova edificação apresenta 30 metros de altura e é constituída por concreto e vidro, apresentando formas curvas e sinuosas, contrastando com as linhas retas do edifício modernista já existente.

O “Olho” apresenta quatro andares de espaços para exposições, auditório para 340 pessoas, espaço para eventos. O prédio principal, que possui três andares divididos em subsolo, térreo e primeiro pavimento, conta com a bilheteria, um café e uma loja com produtos relacionados ao museu, além do acervo disposto nos vários espaços de exposição e salão de eventos. (1)

museu-do-olho
Museu Oscar Niemeyer. Fonte

Ópera de Arame

Situada no Parque das Pedreiras, a Ópera de Arame, projetada pelo arquiteto Domingos Bongestabs, foi construída em um curto espaço de tempo a fim de revitalizar o local e oferecer um espaço para apresentações e espetáculos, junto com o Espaço Cultural Paulo Leminski. A estrutura tubular de aço e vidro com forma circular e o teto em policarbonato transparente, foi inserida em meio a pedreira desativada, rodeada pela vegetação e ao lado de uma cascata de 10 metros.

ópera de arame.jpg
Ópera de Arame. Fonte

Teatro Guaíra

O Teatro Guaíra era antes chamado de Teatro São Theodoro, inaugurado no século 19 e sendo o primeiro teatro oficial do estado. No período da Revolução Federalista, o local passou a servir como prisão e no início do século 20 foi reinaugurado com nome de Teatro Guayrá, mas demolido anos depois. O atual prédio teve seu projeto desenvolvido pelo engenheiro Rubens Meister e sua construção foi concluída em 1974, contando com três auditórios, o Bento Munhoz da Rocha, o Salvador de Ferrante (Guairinha), e o Glauco Flores de Sá Brito. Na entrada principal do teatro foi projetado um painel em alto relevo, produzido pelo artista curitibano Poty Lazzarotto, onde ele retrata a história do teatro, dos povos gregos até os autores contemporâneos, conhecida como “Evolução das Artes Cênicas”. (2)

guaira
Teatro Guaíra. Fonte

Jardim Botânico

O principal cartão postal de Curitiba é mundialmente conhecido pela sua exuberante beleza e cuidado com que é preservado. Inaugurado em 1991, o Jardim que foi inspirado no estilo francês, tem seu projeto elaborado pelo arquiteto paranaense Jaime Lerner, e seu nome homenageia a urbanista pioneira no planejamento urbano da capital, Francisca Garfunkel Rischbieter. O Jardim apresenta uma área total de 178.000m², sendo que mais de 40% equivale a área do bosque de preservação permanente e outros 458m² a estufa de vidro e ferro que acomoda plantas tropicais e foi inspirada do Palácio de Cristal de Londres. Também podemos encontrar atrações como o jardim sensorial, que desperta todos os sentidos do tato e olfato de quem percorre os caminhos, e o auditório, onde são realizadas atividades educativas e exposições. (3)

Curitiba.jpg
Jardim Botânico. Fonte

Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa do Estado do Paraná é composta por um complexo de dois prédios projetados pelo arquiteto Olavo Redig de Campos em 1952, com anexo de um terceiro prédio em 1986 que abriga o gabinete dos deputados, ambos com características modernistas. O edifício das Secretarias, apresenta caráter administrativo e apresenta planta livre, com blocos fixos de escada e elevadores. Assim como o prédio da Secretaria, o que se encontra o Plenário também está suspenso do chão, tendo seus acessos feitos por uma rampa. O terceiro anexo onde se encontra o centro cívico, foi projetado em forma triangular criando um grande átrio em seu interior afim de obter ganhos energéticos e de implantação. (4)

alep21
Assembleia Legislativa. Fonte

Nota-se que por mais antiga que a obra seja, um projeto bem elaborado pode ser atual mesmo se passando anos de sua construção. Dentre os edifícios apresentados, podemos observar o grande e rico acervo arquitetônico que está disponível para visitação na capital paranaense, dentre muitos outros que são reconhecidos nacionalmente, sejam eles prédios históricos, institucionais, residenciais ou comerciais, ou prédios contemporâneos que remetem as características de uma nova época.

_______________________

Se você gostou deste conteúdo ou tem alguma sugestão sobre temas a serem apresentados aqui ou sobre formas de melhorar o blog, comente ou entre em contato. Sua opinião é muito importante para nós!

Caso esteja interessado em um projeto arquitetônico, estudo de viabilidade ou projeto de interiores, nossa equipe terá o maior prazer em atendê-lo!
Acesse nosso site e conheça mais sobre o nosso trabalho e os serviços que oferecemos:
www.curvo.com.br

Logo.png

(47) 32687194

curvoarquitetura@hotmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s